A Secretaria Municipal de Políticas Públicas (SMPM) participou da mesa redonda “Protagonismo das trabalhadoras do sexo: políticas públicas”, no I Seminário Nacional de Prostitutas do Piauí, realizado na terça-feira (12). Na oportunidade, a gerente de enfrentamento à violência da SMPM, Lidiane Oliveira, destacou a importância de adequar as ações voltadas às prostitutas levando em consideração as peculiaridades de seu trabalho.

“Trabalhar com políticas públicas é trabalhar com sujeitos diversos, respeitar os horários, conhecer a realidade delas e assim construir uma política efetiva no município e garantir os direitos de todos e todas. Assim, podemos construir um diálogo cada vez mais aberto”, relatou.

O Seminário é um evento realizado pela Associação das Prostitutas do Piauí (Aprospi) e busca levar temas como conjuntura política, trabalho sexual, legislação e direitos, prevenção de DST, saúde integral da mulher, violência e direitos humanos.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).